Gases Intestinais – como prevenir e tratar?

Os gases intestinais podem incomodar e até serem constrangedores em alguns momentos, mas eles são absolutamente normais em todos os seres humanos. 

É importante entender o que significa flatulência. Flatos nada mais são do que gases intestinais eliminados pelo reto.

Os gases intestinais podem ser causados pela digestão de alguns alimentos e bebidas. Alguns alimentos podem ser menos tolerados pelo nosso organismo e outros chegam ao cólon (intestino grosso) sem serem completamente digeridos onde são metabolizados pela microbiota intestinal (microrganismos que vivem dentro do nosso trato gastrointestinal, incluindo bactérias, vírus e fungos). Esse processo causa fermentação resultando em hidrogênio e dióxido de carbono. O acúmulo desses gases pode causar muito desconforto e dor.

Outro fator que pode causar gases é a ansiedade. Ela acelera o trânsito intestinal, levando mais alimentos mal digeridos ao cólon provocando os gases.

​O tratamento mais eficaz para o problema é por meio de uma dieta que evite alimentos que agravam os sintomas. Vale destacar que esse é um aspecto pessoal e o que causa gases em uma pessoa pode não causar em outra. Para entender mais sobre a quantidade ideal de cada substância alimentar para o seu corpo, é essencial consulta com um nutricionista. É esse profissional que vai detectar a tolerância dos alimentos no seu corpo.

Os gases intestinais também podem ser sintomas de uma série de doenças. Entre as principais estão doença celíaca, síndrome do intestino irritável, intolerância à lactose, gastroenterite aguda, insuficiência pancreática, disbiose, parasitoses, entre outras. Se seus gases forem acompanhados de perda de peso repentina, diarreia por mais de cinco dias, febre ou fezes escuras, procure um médico. No caso de doenças, elas devem ser tratadas da forma adequada, por isso, é sempre importante consultar um médico para o diagnóstico correto.

Como eliminar gases presos?

  • Pressione o abdômen: deite de barriga pra cima e, com os joelhos dobrados em cima da barriga, comprima a região abdominal. Isso vai ajudar a eliminá-los;
  • Massageie a barriga com movimentos específicos: faça movimentos no abdômen de cima para baixo e em formas circulares;
  • – Caminhe onde você estiver: no momento dos gases, é essencial que você caminhe para aliviar as cólicas;
  • Beba chá
Erva-doce

A erva-doce é uma planta medicinal muito utilizada tradicionalmente para tratar problemas digestivos ela tem efeito sobre o intestino estimulando seu funcionamento e reduzindo a formação de gases.

A parede do intestino é altamente vascularizada. Dessa forma, uma vez que os nutrientes são absorvidos pelas vilosidades, os vasos sanguíneos os transportam para o fígado através da veia porta e para a corrente sanguínea, a fim de alcançar todas as células do nosso corpo.

Hortelã

O chá de hortelã-pimenta possui flavonoides que são capazes de inibir a ação dos mastócitos, que são células do sistema imune que estão presentes em grande quantidade no intestino e que contribuem para a formação de gases.

Esta planta também tem ação antiespasmódica, que diminui os espasmos do intestino, aliviando o desconforto.

Gengibre

O gengibre é uma raiz com várias propriedades medicinais e é utilizada para tratar muitos problemas na medicina tradicional. Esta raiz também pode ser usada para tratar o excesso de gases, pois facilita o funcionamento do intestino, reduz os espasmos nas paredes do intestino e trata pequenas inflamações que podem piorar a formação de gases.

Erva-cidreira

A erva-cidreira é outra planta muito usada pela medicina tradicional, especialmente para ajudar no tratamento de problemas relacionados com o sistema gastrointestinal. O chá de erva-cidreira possui propriedade antiespasmódica e, por isso, inibe a ocorrência de espasmos no estômago e no intestino, incluindo o excesso de gases.

Camomila

A camomila é uma planta tradicionalmente usada para tratar problemas gástricos e aliviar desconfortos de todo o sistema gastrointestinal. Prevenir o aparecimento de úlceras e inflamações no sistema gastrointestinal, o que previne também o aparecimento de gases. Além disso, o chá de camomila tem ação calmante, que ajuda a diminuir o desconforto causado pelo inchaço abdominal.

Hábitos que evitam a formação dos gases

Melhor do que aprender a eliminar gases é aprender a preveni-los, por isso, conheça hábitos essenciais para evitar a formação de gases:

  • Evite carboidrato em excesso: Os carboidratos são campeões em causar o efeito de barriga distendida. Quanto mais difícil for para o seu corpo digerir um alimento, mais gases serão formados.
  • Evite leite: O leite é responsável por estimular a produção de ácido gástrico e, consequentemente, a acidez do estômago que leva ao inchaço e aos gases. Aqueles que são intolerantes à lactose devem evitar leite e seus derivados ou utilizar a enzima lactase.
  • Faça um desjejum saudável: Aposte em receitas com laranja. A laranja é rica em fibras e água, por isso, ajuda o intestino a funcionar normalmente. Que tal chupar uma laranja no lanche da manhã? Mas fique de olho, se consumidas em excesso, as fibras acabam provocando o efeito contrário. Aposte também em iogurtes naturais.
  • Evite beber enquanto come: Qualquer bebida, especialmente as açucaradas, contribui para a diluição do ácido gástrico e a produção de enzimas, o que faz com que o alimento demore mais ainda para ser digerido.
  • Evite bebidas alcóolicas em excesso: Elas também estimulam a produção do ácido gástrico. Evite, principalmente, de estômago vazio.
  • Mastigue bem os alimentos: Comer com calma, em ambiente tranquilo, mastigar muito bem os alimentos antes de engolir além de fazer uma melhor digestão, você também engolirá menos ar durante as refeições.
  • Pegue leve na gordura: Alimentos gordurosos são mais difíceis de digerir, por isso, eles têm mais chances de causar fermentação.
  • Pratique atividade física: Atividade física é fundamental no auxílio da eliminação de gases, evitando a sua retenção.

ATENÇÃO CELÍACOS!!!

Sigam a Dieta Livre de Glúten corretamente e tomem muito cuidado com as contaminações cruzadas.
Dessa forma, seu intestino estará sempre saudável e sua digestão acontecerá de forma muito tranquila.


Referências

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: